\\ JORNAL DA MANHÃ \ Política

Prefeitos da região são diplomados

Joelson Baroni (PDT) recebe o diploma das mãos do juiz Eduardo Giovelli e da promotora Rosélia
Joelson Baroni (PDT) recebe o diploma das mãos do juiz Eduardo Giovelli e da promotora Rosélia
Publicada em 16/12/2016.

 

Foi realizado ao longo do dia de ontem, a diplomação dos representantes do Executivo e do Legislativo componentes da 23ª Zona Eleitoral, com sede em Ijuí. O evento foi realizado nas dependências do Fórum e dividiu manhã e tarde em três e três. Pela parte da manhã os representantes de Catuípe, Ajuricaba e Nova Ramada foram oficializados nos respectivos cargos. Na parte da tarde foi a vez de Ijuí, Bozano e Coronel Barros (mais detalhes na página 9).
Conforme consta no site do Tribunal Superior Eleitoral, a diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo. Nessa ocasião, ocorre a entrega dos diplomas, que são assinados, conforme o caso, pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ou da junta eleitoral. A entrega dos diplomas ocorre depois de terminado o pleito, apurados os votos e passados os prazos de questionamento e de processamento do resultado das eleições
Na região de Ijuí, a entrega dos diplomas teve início com a representação de Catuípe. Pouco antes do ato, o prefeito eleito Joelson Baroni (PDT) lembrou da necessidade e a intenção de uma administração próspera e em nome do povo catuipano. "Mais uma vez prontos para receber a diplomação da Justiça Eleitoral para mais esse mandato. O quinto mandato que o povo de Catuípe nos concedeu, sendo dois como vereador e agora o terceiro como prefeito. Estamos muito felizes por participar ativamente da vida pública de Catuípe", resumiu Baroninho. Baroninho, do PDT, levou a melhor sobre Paulo Dalla Corte, o Paulinho (PP), com 3,5 mil votos, ou 50,38%, contra 3,4 mil (49,62%) do candidato progressista. 
O prefeito eleito em Ajuricaba, Ivan Chagas (PMDB) também conversou com a reportagem ainda na sequência, agradeceu os votos e garantiu uma próspera administração. "Sempre uma satisfação poder representar e ser representado dessa maneira a partir da maioria dos votos do município. Queremos fazer de tudo para o nosso município ter o desenvolvimento como primeira regra", salientou o futuro chefe do Executivo em Ajuricaba. Tal qual a situação em Catuípe, Ajuricaba teve um resultado apertado no pleito. Ivan Chagas levou a melhor sobre Orlando Koller (PTB) e Airton Cossetin (PT). Chagas fez 2,177 (42%) dos votos, contra 2,109 (40,69%) de Koller e ainda 897 (17,31%) dos votos do candidato do PT. 
Por fim o prefeito eleito de Nova Ramada, Marcos Jair Bandeira (PDT) também foi contemplado. No pleito, ao contrário dos demais, teve uma vitória com relativa folga já que fez 60% dos votos sobre o seu adversário, Hardi Eickhoff (PMDB). 

Foi realizado ao longo do dia de ontem, a diplomação dos representantes do Executivo e do Legislativo componentes da 23ª Zona Eleitoral, com sede em Ijuí. O evento foi realizado nas dependências do Fórum e dividiu manhã e tarde em três e três. Pela parte da manhã os representantes de Catuípe, Ajuricaba e Nova Ramada foram oficializados nos respectivos cargos. Na parte da tarde foi a vez de Ijuí, Bozano e Coronel Barros (mais detalhes na página 9).

Conforme consta no site do Tribunal Superior Eleitoral, a diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo. Nessa ocasião, ocorre a entrega dos diplomas, que são assinados, conforme o caso, pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ou da junta eleitoral. A entrega dos diplomas ocorre depois de terminado o pleito, apurados os votos e passados os prazos de questionamento e de processamento do resultado das eleições

Na região de Ijuí, a entrega dos diplomas teve início com a representação de Catuípe. Pouco antes do ato, o prefeito eleito Joelson Baroni (PDT) lembrou da necessidade e a intenção de uma administração próspera e em nome do povo catuipano. "Mais uma vez prontos para receber a diplomação da Justiça Eleitoral para mais esse mandato. O quinto mandato que o povo de Catuípe nos concedeu, sendo dois como vereador e agora o terceiro como prefeito. Estamos muito felizes por participar ativamente da vida pública de Catuípe", resumiu Baroninho. Baroninho, do PDT, levou a melhor sobre Paulo Dalla Corte, o Paulinho (PP), com 3,5 mil votos, ou 50,38%, contra 3,4 mil (49,62%) do candidato progressista. 

O prefeito eleito em Ajuricaba, Ivan Chagas (PMDB) também conversou com a reportagem ainda na sequência, agradeceu os votos e garantiu uma próspera administração. "Sempre uma satisfação poder representar e ser representado dessa maneira a partir da maioria dos votos do município. Queremos fazer de tudo para o nosso município ter o desenvolvimento como primeira regra", salientou o futuro chefe do Executivo em Ajuricaba. Tal qual a situação em Catuípe, Ajuricaba teve um resultado apertado no pleito. Ivan Chagas levou a melhor sobre Orlando Koller (PTB) e Airton Cossetin (PT). Chagas fez 2,177 (42%) dos votos, contra 2,109 (40,69%) de Koller e ainda 897 (17,31%) dos votos do candidato do PT. 

Por fim o prefeito eleito de Nova Ramada, Marcos Jair Bandeira (PDT) também foi contemplado. No pleito, ao contrário dos demais, teve uma vitória com relativa folga já que fez 60% dos votos sobre o seu adversário, Hardi Eickhoff (PMDB).