\\ JORNAL DA MANHÃ \ Comunidade

Cededicai encerra atividades

Coordenadoras do projeto apresentam atividades realizadas durante o ano
Coordenadoras do projeto apresentam atividades realizadas durante o ano
Publicada em 15/12/2016.

 

Na tarde de ontem, o Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Ijuí (Cededicai) fez o encerramento do projeto Cri-Ação Gepeto e de suas atividades anuais. Um coquetel marcou o encerramento das atividades. 
A secretária executiva do Cededicai, Leonides Depuy, cita que o projeto atendeu 20 crianças e adolescentes, com propostas de atividades em turno inverso ao escolar, onde a base de proposta de trabalho foi o artesanato com material reciclével. “Hoje estamos entregando 20 presentinhos, os objetos que eles mesmos fizeram. Trabalhamos com reciclagem e artesanato de madeira na criação de bonecas e bonequinhos, que eles pintaram e enfeitaram. Além de gatos de papel machê, que foram pintados durante o semestre”, conta. 
A assistente social do Cededicai, Anita de Lara explica que as crianças são encaminhadas pela rede pública até o Cededicai. Após isso, elas são acolhidas e também é realizada entrevista com o responsável, que servirá como avaliação social, tendo por objetivo conhecer um pouco da realidade da criança, para que o grupo saiba trabalhar com as crianças nas oficinas. Na mesma linha de pensamento segue a psicóloga, Marines Pólo. “Trabalhamos na melhora da autoestima das crianças, para que eles se tornem melhores cidadãos. Devemos estar unidos no projeto, aliados ao desenvolvimento humano”.
Anita ainda cita que o Cededicai visa promover a inclusão social dos beneficiários, e as famílias também são incluídas de forma indireta, através do atendimento psicossocial. “Sempre que necessário na intervenção de qualquer atitude dessas crianças e adolescentes, individualmente e coletivamente chamamos os responsáveis. A comunidade em geral também sai em beneficio, para que essas crianças se tornem bons cidadãos e que tenham bom rendimento na escola”, ressalta.
O projeto Cri-Ação Gepeto terá continuidade no próximo ano, para isso a entidade conta com o apoio de doações para manter o projeto na ativa.
A população pode realizar a doação através da dedução fiscal. Para isso os doadores podem se dirigir ao seu contador. Pessoas físicas podem deduzir 6% do valor, enquanto jurídicas 1%.  Lembrando que é possível doar à entidade também pelo programa da Nota Fiscal Gaúcha. 
As atividades do Cededicai devem ser retomadas no dia 8 de fevereiro. Serão duas tardes por semana destinadas para atividades com os participantes e na segunda-feira à tarde, o Cededicai estará em funcionamento apenas para receber doações e interessados no projeto.  

Na tarde de ontem, o Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Ijuí (Cededicai) fez o encerramento do projeto Cri-Ação Gepeto e de suas atividades anuais. Um coquetel marcou o encerramento das atividades. 

A secretária executiva do Cededicai, Leonides Depuy, cita que o projeto atendeu 20 crianças e adolescentes, com propostas de atividades em turno inverso ao escolar, onde a base de proposta de trabalho foi o artesanato com material reciclével. “Hoje estamos entregando 20 presentinhos, os objetos que eles mesmos fizeram. Trabalhamos com reciclagem e artesanato de madeira na criação de bonecas e bonequinhos, que eles pintaram e enfeitaram. Além de gatos de papel machê, que foram pintados durante o semestre”, conta. 

A assistente social do Cededicai, Anita de Lara explica que as crianças são encaminhadas pela rede pública até o Cededicai. Após isso, elas são acolhidas e também é realizada entrevista com o responsável, que servirá como avaliação social, tendo por objetivo conhecer um pouco da realidade da criança, para que o grupo saiba trabalhar com as crianças nas oficinas. Na mesma linha de pensamento segue a psicóloga, Marines Pólo. “Trabalhamos na melhora da autoestima das crianças, para que eles se tornem melhores cidadãos. Devemos estar unidos no projeto, aliados ao desenvolvimento humano”.

Anita ainda cita que o Cededicai visa promover a inclusão social dos beneficiários, e as famílias também são incluídas de forma indireta, através do atendimento psicossocial. “Sempre que necessário na intervenção de qualquer atitude dessas crianças e adolescentes, individualmente e coletivamente chamamos os responsáveis. A comunidade em geral também sai em beneficio, para que essas crianças se tornem bons cidadãos e que tenham bom rendimento na escola”, ressalta.

O projeto Cri-Ação Gepeto terá continuidade no próximo ano, para isso a entidade conta com o apoio de doações para manter o projeto na ativa.

A população pode realizar a doação através da dedução fiscal. Para isso os doadores podem se dirigir ao seu contador. Pessoas físicas podem deduzir 6% do valor, enquanto jurídicas 1%.  Lembrando que é possível doar à entidade também pelo programa da Nota Fiscal Gaúcha. 

As atividades do Cededicai devem ser retomadas no dia 8 de fevereiro. Serão duas tardes por semana destinadas para atividades com os participantes e na segunda-feira à tarde, o Cededicai estará em funcionamento apenas para receber doações e interessados no projeto.