\\ JORNAL DA MANHÃ \ Polícia

Denatran vai bloquear chassis de clonados

Publicada em 14/12/2016.

 

O Departamento Nacional de Transito (Denatran) anunciou na tarde de ontem que pretende bloquear os chassis de veículos clonados que estão circulando pelo País. O anúncio foi feito pelo diretor do órgão, Elmer Coelho Vicenzi, após a exibição de uma reportagem no Fantástico que mostrou que quadrilhas estão clonando caminhões do Exército e até veículos novos antes do emplacamento.
Ao todo, a polícia identificou 50 caminhões clonados emplacados com números de chassis do Exército. Do total, 26 foram apreendidos na semana passada.
O Denatran quer ainda apurar a suspeita da polícia de que os números de chassis estejam vazando no próprio Denatran. A polícia suspeita ainda que vistoriadores credenciados ao Departamento de Trânsito (Detran) do Rio Grande do Sul estejam facilitando as transferências. Os 50 caminhões identificados foram registrados por dez centros de registros de veículos. Dois funcionários e um ex-vistoriador foram presos. Devido a situação, o Detran abriu uma investigação. 
As investigações apontam que foram clonados caminhões do Exército de vários estados. No RS, foram quatro veículos de quartéis de Santa Maria, um de Alegrete, um Bagé, um de Santana do Livramento, um de São Gabriel e um de Sapucaia do Sul. A polícia diz que esses veículos militares não são emplacados, o que dificulta a descoberta dos clones.

O Departamento Nacional de Transito (Denatran) anunciou na tarde de ontem que pretende bloquear os chassis de veículos clonados que estão circulando pelo País. O anúncio foi feito pelo diretor do órgão, Elmer Coelho Vicenzi, após a exibição de uma reportagem no Fantástico que mostrou que quadrilhas estão clonando caminhões do Exército e até veículos novos antes do emplacamento.

Ao todo, a polícia identificou 50 caminhões clonados emplacados com números de chassis do Exército. Do total, 26 foram apreendidos na semana passada.

O Denatran quer ainda apurar a suspeita da polícia de que os números de chassis estejam vazando no próprio Denatran. A polícia suspeita ainda que vistoriadores credenciados ao Departamento de Trânsito (Detran) do Rio Grande do Sul estejam facilitando as transferências. Os 50 caminhões identificados foram registrados por dez centros de registros de veículos. Dois funcionários e um ex-vistoriador foram presos. Devido a situação, o Detran abriu uma investigação. 

As investigações apontam que foram clonados caminhões do Exército de vários estados. No RS, foram quatro veículos de quartéis de Santa Maria, um de Alegrete, um Bagé, um de Santana do Livramento, um de São Gabriel e um de Sapucaia do Sul. A polícia diz que esses veículos militares não são emplacados, o que dificulta a descoberta dos clones.