\\ JORNAL DA MANHÃ \ Comunidade

Super Ação da Apae inicia-se hoje

Ao longo desta semana, os trabalhos dos alunos da Escola Recanto da Esperança estiveram expostos nas salas e corredores
Ao longo desta semana, os trabalhos dos alunos da Escola Recanto da Esperança estiveram expostos nas salas e corredores
Publicada em 09/12/2016.

 

A 10ª Mostra de Artes da Apae teve início na segunda-feira, e encerra-se amanhã, paralelo às atividades do 1º Super Ação da entidade. Os trabalhos expostos foram realizados pelos alunos da Escola Recanto da Esperança.
A diretora do educandário, Lucitânia Pedron, explica que o foco do projeto é a socialização. “É socializar os trabalhos realizados no cotidiano da Escola, valorizando a arte enquanto objeto de conhecimento e que amplia a compreensão do homem a respeito de si mesmo e de sua interação com o mundo no qual vive.”
Assim, segundo ela, os alunos desenvolvem a imaginação, a criatividade e o interesse em participar de atividades coletivas que auxiliem a expressão, interação, envolvimento e a responsabilidade. Os trabalhos foram organizados pelas professoras responsáveis de cada turma, conforme o tema dos projetos desenvolvidos no decorrer do ano. O engajamento também engloba os funcionários e profissionais da área da saúde.
Os trabalhos estão expostos nas salas de aula e nos corredores da escola. “Quando você entra, dá a noção de que a gente está entrando em um mundo diferente, o da imaginação. Cada obra tem parte dos alunos. Alguns com mais envolvimento, outros com menos, mas tudo que está exposto, com certeza, teve a participação de cada aluno que está na Escola Recanto da Esperança”, afirmou Lucitânia.
Inicia-se hoje, a programação do 1ª Super Ação da Apae, que tem como foco a integração da comunidade com a entidade. “Só conhecendo o trabalho que é realizado que se consegue mostrar para a comunidade, que é sempre tão solidária, o que é feito”, justifica.
A programação engloba diversas atividades, entre elas shows de música, capoeira e dança; bazar solidário; outlet das lojas do Shopping JB; exposição de quadros da artista Graça Craidy; mateada Seiva Pura; brechó da Apae; feira de artesanato e economia solidária; vendas de lanches, como cachorro-quente, sorvete, pão, cuca; brinquedos infláveis, cama elástica e piscina de bolinha; caminho sensorial; visita guiada; pintura de rosto; mostra de arte dos alunos da Apae; e passeio a cavalo.

A 10ª Mostra de Artes da Apae teve início na segunda-feira, e encerra-se amanhã, paralelo às atividades do 1º Super Ação da entidade. Os trabalhos expostos foram realizados pelos alunos da Escola Recanto da Esperança.

A diretora do educandário, Lucitânia Pedron, explica que o foco do projeto é a socialização. “É socializar os trabalhos realizados no cotidiano da Escola, valorizando a arte enquanto objeto de conhecimento e que amplia a compreensão do homem a respeito de si mesmo e de sua interação com o mundo no qual vive.”

Assim, segundo ela, os alunos desenvolvem a imaginação, a criatividade e o interesse em participar de atividades coletivas que auxiliem a expressão, interação, envolvimento e a responsabilidade. Os trabalhos foram organizados pelas professoras responsáveis de cada turma, conforme o tema dos projetos desenvolvidos no decorrer do ano. O engajamento também engloba os funcionários e profissionais da área da saúde.

Os trabalhos estão expostos nas salas de aula e nos corredores da escola. “Quando você entra, dá a noção de que a gente está entrando em um mundo diferente, o da imaginação. Cada obra tem parte dos alunos. Alguns com mais envolvimento, outros com menos, mas tudo que está exposto, com certeza, teve a participação de cada aluno que está na Escola Recanto da Esperança”, afirmou Lucitânia.

Inicia-se hoje, a programação do 1ª Super Ação da Apae, que tem como foco a integração da comunidade com a entidade. “Só conhecendo o trabalho que é realizado que se consegue mostrar para a comunidade, que é sempre tão solidária, o que é feito”, justifica.

A programação engloba diversas atividades, entre elas shows de música, capoeira e dança; bazar solidário; outlet das lojas do Shopping JB; exposição de quadros da artista Graça Craidy; mateada Seiva Pura; brechó da Apae; feira de artesanato e economia solidária; vendas de lanches, como cachorro-quente, sorvete, pão, cuca; brinquedos infláveis, cama elástica e piscina de bolinha; caminho sensorial; visita guiada; pintura de rosto; mostra de arte dos alunos da Apae; e passeio a cavalo.