\\ JORNAL DA MANHÃ \ Esportes

Grêmio é Penta na Copa do Brasil

Equatoriano Bolaños fez o gol que colocou o Grêmio em vantagem diante do Galo
Equatoriano Bolaños fez o gol que colocou o Grêmio em vantagem diante do Galo
Publicada em 08/12/2016.

 

O Grêmio conquistou ontem o seu quinto título da Copa do Brasil, quebrando um jejum de 15 anos sem vencer competições de expressão no país. O Tricolor empatou em 1 a 1 com o Atlético-MG em uma Arena lotada, após vencer no Mineirão por 3 a 1 no confronto de ida.O jogo diante do Galo foi o primeiro do futebol brasileiro após o fatídico acidente aéreo que vitimou 19 jogadores da Chapecoense, homenageada antes e durante o duelo. 
O Tricolor garantiu sua vaga na Copa Libertadores da América de 2017.Renato Portaluppi conquista como treinador seu segundo título na Copa do Brasil. Antes tinha vencido com o Fluminense.55.337 mil torcedores lotaram a Arena e empurraram o Tricolor na conquista do Penta. O Grêmio é o maior vencedor desta competição
O Atlético-MG teve a primeira chance. Aos três minutos do primeiro tempo, Fábio Santos fez bom cruzamento da esquerda, Júnior Urso subiu mais alto do que a zaga gaúcho e testou por cima, com perigo. A melhor oportunidade gremista na etapa inicial foi com Everton aos 40 minutos, mas ele parou no goleiro Victor.
Precisando fazer gols para seguir sonhando com o título, o Galo voltou diferente do intervalo: saiu o volante Júnior Urso para a entrada do meia Maicosuel. O Atlético ocupou o campo de defesa gremista, mas sem organização tática e diante da marcação gaúcha não conseguiu ameaçar o gol de Grohe nos primeiros minutos da etapa final. Bem posicionado e sem pressa, o Grêmio começou a fazer o tempo passar, procurando tocar mais a bola. O destino ainda reservaria uma surpresa agradável ao copeiro Grêmio. Aos 43 minutos, em contra-ataque puxado por Luan, Everton fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para o meio da área. A bola sobrou para Miller Bolaños, que havia acabado de entrar, só ter o trabalho de empurrar para as redes.
 Três minutos depois, o compatriota de Bolaños, Cazares, marcou um gol histórico na Arena do Grêmio. O atacante viu Grohe adiantado e arriscou de trás do meio de campo. A tentativa deu certo, porque a bola encobriu o arqueiro gremista e morreu no fundo do gol, empatando o confronto. Nos minutos finais o Grêmio administrou o resultado e ficou com a taça, iniciando uma intensa comemoração. Um princípio de confusão entre os jogadores após o apito final do árbitro não estragou a festa do Tricolor.

O Grêmio conquistou ontem o seu quinto título da Copa do Brasil, quebrando um jejum de 15 anos sem vencer competições de expressão no país. O Tricolor empatou em 1 a 1 com o Atlético-MG em uma Arena lotada, após vencer no Mineirão por 3 a 1 no confronto de ida.O jogo diante do Galo foi o primeiro do futebol brasileiro após o fatídico acidente aéreo que vitimou 19 jogadores da Chapecoense, homenageada antes e durante o duelo. 

O Tricolor garantiu sua vaga na Copa Libertadores da América de 2017.Renato Portaluppi conquista como treinador seu segundo título na Copa do Brasil. Antes tinha vencido com o Fluminense.55.337 mil torcedores lotaram a Arena e empurraram o Tricolor na conquista do Penta. O Grêmio é o maior vencedor desta competição

O Atlético-MG teve a primeira chance. Aos três minutos do primeiro tempo, Fábio Santos fez bom cruzamento da esquerda, Júnior Urso subiu mais alto do que a zaga gaúcho e testou por cima, com perigo. A melhor oportunidade gremista na etapa inicial foi com Everton aos 40 minutos, mas ele parou no goleiro Victor.

Precisando fazer gols para seguir sonhando com o título, o Galo voltou diferente do intervalo: saiu o volante Júnior Urso para a entrada do meia Maicosuel. O Atlético ocupou o campo de defesa gremista, mas sem organização tática e diante da marcação gaúcha não conseguiu ameaçar o gol de Grohe nos primeiros minutos da etapa final. Bem posicionado e sem pressa, o Grêmio começou a fazer o tempo passar, procurando tocar mais a bola. O destino ainda reservaria uma surpresa agradável ao copeiro Grêmio. Aos 43 minutos, em contra-ataque puxado por Luan, Everton fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para o meio da área. A bola sobrou para Miller Bolaños, que havia acabado de entrar, só ter o trabalho de empurrar para as redes.

 Três minutos depois, o compatriota de Bolaños, Cazares, marcou um gol histórico na Arena do Grêmio. O atacante viu Grohe adiantado e arriscou de trás do meio de campo. A tentativa deu certo, porque a bola encobriu o arqueiro gremista e morreu no fundo do gol, empatando o confronto. Nos minutos finais o Grêmio administrou o resultado e ficou com a taça, iniciando uma intensa comemoração. Um princípio de confusão entre os jogadores após o apito final do árbitro não estragou a festa do Tricolor.