\\ JORNAL DA MANHÃ \ COLUNISTA \ Renato Marsiglia

Grêmio encaminhado

Publicada em 31/10/2016.

 

GRÊMIO ENCAMINHADO
O resultado contra o Cruzeiro foi muito superior à encomenda. Com uma atuação de encher os olhos coletivamente, encaminhou sua classificação à final da Copa do Brasil. E mais: com direito a um gol de técnica, precisão e beleza plástica impressionante por parte de Luan. O time esteve coeso, bem distribuído em campo e fechando os espaços para o jogo de toque rápido e insinuante do Cruzeiro. Nada está decidido, mas somente uma improvável atuação completamente oposta à do Mineirão, poderá tirar o Grêmio da decisão.
INTER MERECIA 
MELHOR SORTE
Mesmo debaixo de forte temporal, Inter e Atlético-MG fizeram uma ótima partida, premiando os corajosos de plantão que foram ao Beira-Rio. O gol atleticano no final da partida foi um castigo duro demais para o bom futebol dos reservas colorados. O Inter agora ficou em sinuca de bico para passar pelo "Galo" no jogo da volta no Mineirão. A lógica (caso exista no futebol) não remete para clássicos locais na decisão da Copa do Brasil.
PRIORIDADES 
DIFERENTES
Sabemos todos que a prioridade do Inter é escapar do rebaixamento e a do Grêmio é a Copa do Brasil. Só isto já justifica o Inter ter jogado com reservas contra o Atlético-MG e o Grêmio fazer o mesmo contra o Figueirense  hoje pelo Brasileirão. Todavia, penso que se o Inter vencer o Santa Cruz no Beira-Rio, praticamente ficará livre do pesadelo do Z-4. Poderia desta forma ir completo para o jogo da volta no Mineirão. O mesmo não vale para o Grêmio, pois indo para a final, faz sentido jogar com reservas contra o Sport-PE.
CRIME E CASTIGO
O Valência decidiu banir de seu estádio por tempo indeterminado garoto de 17 anos que arremessou uma garrafa plástica de água na cabeça de Neymar. O clube decidiu não divulgar mais informações para não invadir a privacidade de um menor. Enquanto isto, aqui na terra de ninguém, o presidente do Corinthians saiu em defesa dos marginais que promoveram aquela selvageria no Maracanã. Menos mal que a Justiça, por enquanto, resolveu deixá-los enjaulados numa penitenciária no Rio de Janeiro. Espero que fiquem lá por muitos anos.

O resultado contra o Cruzeiro foi muito superior à encomenda. Com uma atuação de encher os olhos coletivamente, encaminhou sua classificação à final da Copa do Brasil. E mais: com direito a um gol de técnica, precisão e beleza plástica impressionante por parte de Luan. O time esteve coeso, bem distribuído em campo e fechando os espaços para o jogo de toque rápido e insinuante do Cruzeiro. Nada está decidido, mas somente uma improvável atuação completamente oposta à do Mineirão, poderá tirar o Grêmio da decisão.

 

INTER MERECIA 

MELHOR SORTE

Mesmo debaixo de forte temporal, Inter e Atlético-MG fizeram uma ótima partida, premiando os corajosos de plantão que foram ao Beira-Rio. O gol atleticano no final da partida foi um castigo duro demais para o bom futebol dos reservas colorados. O Inter agora ficou em sinuca de bico para passar pelo "Galo" no jogo da volta no Mineirão. A lógica (caso exista no futebol) não remete para clássicos locais na decisão da Copa do Brasil.

 

PRIORIDADES 

DIFERENTES

Sabemos todos que a prioridade do Inter é escapar do rebaixamento e a do Grêmio é a Copa do Brasil. Só isto já justifica o Inter ter jogado com reservas contra o Atlético-MG e o Grêmio fazer o mesmo contra o Figueirense  hoje pelo Brasileirão. Todavia, penso que se o Inter vencer o Santa Cruz no Beira-Rio, praticamente ficará livre do pesadelo do Z-4. Poderia desta forma ir completo para o jogo da volta no Mineirão. O mesmo não vale para o Grêmio, pois indo para a final, faz sentido jogar com reservas contra o Sport-PE.

 

CRIME E CASTIGO

O Valência decidiu banir de seu estádio por tempo indeterminado garoto de 17 anos que arremessou uma garrafa plástica de água na cabeça de Neymar. O clube decidiu não divulgar mais informações para não invadir a privacidade de um menor. Enquanto isto, aqui na terra de ninguém, o presidente do Corinthians saiu em defesa dos marginais que promoveram aquela selvageria no Maracanã. Menos mal que a Justiça, por enquanto, resolveu deixá-los enjaulados numa penitenciária no Rio de Janeiro. Espero que fiquem lá por muitos anos.