\\ JORNAL DA MANHÃ \ COLUNISTA \ Alexandre Garcia

Ecos do PT

Publicada em 17/10/2016.

 

O governo teve vitória maiúscula na Câmara Federal: 366 a 111, na primeira votação da emenda que põe na Constituição, por 20 anos, que os gastos federais só aumentarão corrigidos pela inflação. É um sinal de seriedade, depois de anos de gastança, que converteram o estado brasileiro numa instituição inchada, endividada, consumidora de impostos e incapaz de prestar serviços públicos e de investir neles. Foi consequência de incompetência administrativa, irresponsabilidade e corrupção. E, incrível, os que foram cúmplices dessas malfeitorias, ainda votaram contra a correção de seus males. Não escutaram sequer a voz das urnas, que condenou enfaticamente o que fizeram.
Agora é o mentor e chefe de tudo isso que está à beira de condenações. Lula já é réu duas vezes e acaba de ser denunciado por mais uma. Desta vez é a Conexão Angola, que a Polícia Federal batizou de Operação Janus(pronuncia-se iânus). O ex-presidente foi denunciado por corrupção, lavagem de dinheiro e tráfico de influência. De uso do BNDES, para beneficiar a Odebrecht em obra em Angola. Lula e seu sobrinho Taiguara levaram propinas milionárias, de acordo com a polícia e o Ministério Público. Ainda está sendo preparado outro indiciamento, o da Conexão Cuba, com os mesmos personagens: Taiguara, Lula, BNDES e a Odebrecht modernizando o porto de Mariel.
Incrível como o PT e seu líder têm paixões por ditadores longevos. Em Angola, tudo passa por Eduardo Santos, que está no poder há 37 anos. A filha dele, Isabel, é a mais rica mulher do continente africano e grande investidora em Portugal. Já a dinastia Castro, em Cuba, está há 56 anos no poder. A malfadada refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, com desvios milionários, foi gerada pela dupla Lula-Hugo Chavez, contrariando pareceres técnicos. A filha de Chavez, Maria Gabriela, é considerada a mulher mais rica da Venezuela. A Conexão Venezuela vai render bem para a Polícia Federal e o Ministério Público. Será que os filhos de Lula teriam inveja das herdeiras dos diamantes de Angola e do petróleo da Venezuela? Esses herdeiros também vão dar trabalho para a Polícia Federal e o Ministério Público, da forma como as investigações vão fechando o cerco.
A Odebrecht também tem obras no Equador, governado pelo  bolivariano Rafael Correa. Lá entra também o financiamento do BNDES. Na Bolívia, Lula deu de presente a Evo Morales a Petrobras Bolívia S.A., responsável por 18% do PIB boliviano. Evo disse que iria nacionalizar, ocupou-a com tropas e Lula deu por fato consumado.

O governo teve vitória maiúscula na Câmara Federal: 366 a 111, na primeira votação da emenda que põe na Constituição, por 20 anos, que os gastos federais só aumentarão corrigidos pela inflação. É um sinal de seriedade, depois de anos de gastança, que converteram o estado brasileiro numa instituição inchada, endividada, consumidora de impostos e incapaz de prestar serviços públicos e de investir neles. Foi consequência de incompetência administrativa, irresponsabilidade e corrupção. E, incrível, os que foram cúmplices dessas malfeitorias, ainda votaram contra a correção de seus males. Não escutaram sequer a voz das urnas, que condenou enfaticamente o que fizeram.

Agora é o mentor e chefe de tudo isso que está à beira de condenações. Lula já é réu duas vezes e acaba de ser denunciado por mais uma. Desta vez é a Conexão Angola, que a Polícia Federal batizou de Operação Janus(pronuncia-se iânus). O ex-presidente foi denunciado por corrupção, lavagem de dinheiro e tráfico de influência. De uso do BNDES, para beneficiar a Odebrecht em obra em Angola. Lula e seu sobrinho Taiguara levaram propinas milionárias, de acordo com a polícia e o Ministério Público. Ainda está sendo preparado outro indiciamento, o da Conexão Cuba, com os mesmos personagens: Taiguara, Lula, BNDES e a Odebrecht modernizando o porto de Mariel.

Incrível como o PT e seu líder têm paixões por ditadores longevos. Em Angola, tudo passa por Eduardo Santos, que está no poder há 37 anos. A filha dele, Isabel, é a mais rica mulher do continente africano e grande investidora em Portugal. Já a dinastia Castro, em Cuba, está há 56 anos no poder. A malfadada refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, com desvios milionários, foi gerada pela dupla Lula-Hugo Chavez, contrariando pareceres técnicos. A filha de Chavez, Maria Gabriela, é considerada a mulher mais rica da Venezuela. A Conexão Venezuela vai render bem para a Polícia Federal e o Ministério Público. Será que os filhos de Lula teriam inveja das herdeiras dos diamantes de Angola e do petróleo da Venezuela? Esses herdeiros também vão dar trabalho para a Polícia Federal e o Ministério Público, da forma como as investigações vão fechando o cerco.

A Odebrecht também tem obras no Equador, governado pelo  bolivariano Rafael Correa. Lá entra também o financiamento do BNDES. Na Bolívia, Lula deu de presente a Evo Morales a Petrobras Bolívia S.A., responsável por 18% do PIB boliviano. Evo disse que iria nacionalizar, ocupou-a com tropas e Lula deu por fato consumado.