\\ JORNAL DA MANHÃ \ COLUNISTA \ Armindo Pydd

E parece mas não

Publicada em 17/10/2016.

 

**Em 1981, 44% da população mundial vivia em pobreza extrema. Agora a parcela seria inferior a 10%.Durante toda a história da espécie humana até a década de 60 a maioria dos adultos era analfabeta. Agora 85% dos adultos do mundo inteiro sabem ler e escrever. A ONU pretende erradicar a pobreza extrema até 2030 e especialistas acreditam ser isto possível.
**O número de pessoas vivendo na extrema pobreza caiu pela metade em 20 anos  e o número de crianças pequenas que morrem foi reduzido em seis milhões de vidas por ano graças a vacinas, aleitamento materno, remédios para pneumonia, diarreia etc.
**Nicholas Kristof, no The New York Times cita pesquisa realizada pela Motivaction e salienta que apenas 1% dos norte-americanos e o mundo inteiro acredita nestes dados que são reais. Assim apesar de parecer o contrário, o sofrimento humano está em declínio e até a desigualdade está diminuindo. Assim se confirma o parecer SQN. Só Que Não.
**1,5 mil obras públicas inacabadas no Brasil no valor máximo de até 10 milhões estão na prioridade do Ministério do Planejamento.  Só tem um probleminha, de onde virá o dinheiro?
**No RS 37% dos prefeitos em primeiro mandato não buscaram a reeleição. Motivos principais: judicialização das administrações e demandas impossíveis de atender.
**Túnel do tempo; as medidas propostas pelo ministro da Fazenda Meirelles e apoiadas por Temer são semelhantes àquelas que Joaquim Levy da Fazenda de Dilma propunha e não foram adiante.
**São 22,7 milhões e não 12 milhões os brasileiros que ou perderam o emprego, ou estão subocupados ou estão na força de trabalho disponível. É o retrato verdadeiro do drama.
**Após o PDV (plano de demissão voluntária) da Petrobras, agora vem o PDV do Banco do Brasil que deseja atingir a meta de 18 mil desligamentos de funcionários.
**Mostrar o Museu Antropológico da Unijuí é sempre um programa bom para visitantes. Visitar a Usina Velha infelizmente não. Está descuidada e às margens da estrada, para chegar lá são uma sucessão de depósitos de lixos clandestinos.
**Está terminando a Expo-Ijuí/Fenadi da crise. Nas circunstâncias atuais é novamente um sucesso. Muitos ainda não a visitaram. Trata-se de uma das cinco melhores feiras do Brasil .
**Uma pergunta: você está entre  os que acreditam que o mundo está melhorando, inclusive aqui entre nós em Ijuí?

**Em 1981, 44% da população mundial vivia em pobreza extrema. Agora a parcela seria inferior a 10%.Durante toda a história da espécie humana até a década de 60 a maioria dos adultos era analfabeta. Agora 85% dos adultos do mundo inteiro sabem ler e escrever. A ONU pretende erradicar a pobreza extrema até 2030 e especialistas acreditam ser isto possível.

 

**O número de pessoas vivendo na extrema pobreza caiu pela metade em 20 anos  e o número de crianças pequenas que morrem foi reduzido em seis milhões de vidas por ano graças a vacinas, aleitamento materno, remédios para pneumonia, diarreia etc.

 

**Nicholas Kristof, no The New York Times cita pesquisa realizada pela Motivaction e salienta que apenas 1% dos norte-americanos e o mundo inteiro acredita nestes dados que são reais. Assim apesar de parecer o contrário, o sofrimento humano está em declínio e até a desigualdade está diminuindo. Assim se confirma o parecer SQN. Só Que Não.

 

**1,5 mil obras públicas inacabadas no Brasil no valor máximo de até 10 milhões estão na prioridade do Ministério do Planejamento.  Só tem um probleminha, de onde virá o dinheiro?

 

**No RS 37% dos prefeitos em primeiro mandato não buscaram a reeleição. Motivos principais: judicialização das administrações e demandas impossíveis de atender.

 

**Túnel do tempo; as medidas propostas pelo ministro da Fazenda Meirelles e apoiadas por Temer são semelhantes àquelas que Joaquim Levy da Fazenda de Dilma propunha e não foram adiante.

 

**São 22,7 milhões e não 12 milhões os brasileiros que ou perderam o emprego, ou estão subocupados ou estão na força de trabalho disponível. É o retrato verdadeiro do drama.

 

**Após o PDV (plano de demissão voluntária) da Petrobras, agora vem o PDV do Banco do Brasil que deseja atingir a meta de 18 mil desligamentos de funcionários.

 

**Mostrar o Museu Antropológico da Unijuí é sempre um programa bom para visitantes. Visitar a Usina Velha infelizmente não. Está descuidada e às margens da estrada, para chegar lá são uma sucessão de depósitos de lixos clandestinos.

 

**Está terminando a Expo-Ijuí/Fenadi da crise. Nas circunstâncias atuais é novamente um sucesso. Muitos ainda não a visitaram. Trata-se de uma das cinco melhores feiras do Brasil .

 

**Uma pergunta: você está entre  os que acreditam que o mundo está melhorando, inclusive aqui entre nós em Ijuí?