\\ JORNAL DA MANHÃ \ Social

Livro da Fenadi é lançado

Lançamento aconteceu na noite de sábado, e reuniu as autoras e autoridades no Palco das Etnias
Lançamento aconteceu na noite de sábado, e reuniu as autoras e autoridades no Palco das Etnias
Publicada em 11/10/2016.

 

Após muita pesquisa em jornais, atas, documentos do Museu Antropológico Diretor Pestana, arquivos particulares e depoimentos de pessoas que acompanharam o movimento da União das Etnias (Ueti), o Livro “Fenadi – Baú de Memórias” ganhou forma e foi lançado na noite de sábado no Palco das Etnias na Expo-Ijuí/Fenadi. Marli Meiger Siekierski e Dolair Augusta Callai, escritoras do livro, participaram intensamente dos 30 anos do Movimento Étnico de Ijuí. 
Com a criação do livro, as duas puderam reviver desde os momentos iniciais a valorização da riqueza cultural do município. “Passados 30 anos, percebemos que era tempo de resgatar a história onde os protagonistas são cada um de nós. O envolvimento contínuo e voluntário de centenas de pessoas, fez com que revivêssemos o desejo de registrar a riqueza dessa caminhada”, afirmam as autoras. O resgate de histórias abrange a criação dos centros culturais desde 1987 até setembro deste ano e formam um testemunho às novas gerações. Baú de memórias é fruto da preservação da história do município. O livro contou com a colaboração de cada Centro Cultural, permitindo que muitos se encontrem nas linhas escritas. São 296 páginas divididas em 32 capítulos que situam cada etapa das edições da Festa Nacional das Culturas Diversificadas.
Para Nelson Casarin, presidente da Ueti e da Fenadi, o livro é uma das muitas conquistas que o movimento obteve ao passar do tempo, um meio de mostrar o legado para as futuras gerações. “Tivemos muitas conquistas, mas a maior delas é fazer amigos. Ter união entre todos os povos, nós mostramos que aqui é possível essa união. Aqui não se constrói muros, mas pontes que aproximam”, garante. O prefeito Fioravante Balin disse que o resgate das memórias de todos aqueles que contribuíram para o desenvolvimento de Ijuí é necessário. Ele afirma que o lançamento do livro é um marco histórico e singular na trajetória do município. Durante a feira o livro pode ser adquirido na Loja da Ueti junto à Estação Ijuhy.

Após muita pesquisa em jornais, atas, documentos do Museu Antropológico Diretor Pestana, arquivos particulares e depoimentos de pessoas que acompanharam o movimento da União das Etnias (Ueti), o Livro “Fenadi – Baú de Memórias” ganhou forma e foi lançado na noite de sábado no Palco das Etnias na Expo-Ijuí/Fenadi. Marli Meiger Siekierski e Dolair Augusta Callai, escritoras do livro, participaram intensamente dos 30 anos do Movimento Étnico de Ijuí. 

Com a criação do livro, as duas puderam reviver desde os momentos iniciais a valorização da riqueza cultural do município. “Passados 30 anos, percebemos que era tempo de resgatar a história onde os protagonistas são cada um de nós. O envolvimento contínuo e voluntário de centenas de pessoas, fez com que revivêssemos o desejo de registrar a riqueza dessa caminhada”, afirmam as autoras. O resgate de histórias abrange a criação dos centros culturais desde 1987 até setembro deste ano e formam um testemunho às novas gerações. Baú de memórias é fruto da preservação da história do município. O livro contou com a colaboração de cada Centro Cultural, permitindo que muitos se encontrem nas linhas escritas. São 296 páginas divididas em 32 capítulos que situam cada etapa das edições da Festa Nacional das Culturas Diversificadas.

Para Nelson Casarin, presidente da Ueti e da Fenadi, o livro é uma das muitas conquistas que o movimento obteve ao passar do tempo, um meio de mostrar o legado para as futuras gerações. “Tivemos muitas conquistas, mas a maior delas é fazer amigos. Ter união entre todos os povos, nós mostramos que aqui é possível essa união. Aqui não se constrói muros, mas pontes que aproximam”, garante. O prefeito Fioravante Balin disse que o resgate das memórias de todos aqueles que contribuíram para o desenvolvimento de Ijuí é necessário. Ele afirma que o lançamento do livro é um marco histórico e singular na trajetória do município. Durante a feira o livro pode ser adquirido na Loja da Ueti junto à Estação Ijuhy.